3 dicas para quem está pensando em se especializar em oftalmologia

Como a maioria das especialidades médicas, a oftalmologia exige tempo, dedicação e habilidade. Quem se interessa por assuntos relacionados à visão e deseja planejar sua jornada de carreira nesta área pode aproveitar a alta demanda dos últimos tempos, associada principalmente aos impactos da pandemia e dos hábitos de isolamento social e home office na população geral – que gerou um aumento dos problemas oculares.

Vale lembrar que os especialistas em oftalmologia lidam diretamente com o diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças do olho e do sistema visual. O olho, suas estruturas circundantes e o visual das vias podem ser afetadas por uma grande variedade de condições clínicas tais como: patologia da córnea, catarata, glaucoma, estrabismo, problemas de retina, inflamação intraocular e problemas neurológicos relacionados aos olhos.

Além disso, nos últimos anos, houveram grandes avanços na tecnologia para auxiliar os procedimentos microcirúrgicos em oftalmologia. E a descoberta de novos tratamentos para doenças degenerativas da retina tem sido promissora em pacientes que anteriormente teriam um prognóstico ruim.

Ou seja, os oftalmologistas vêm realizando procedimentos mais rotineiros, permitindo que pacientes com problemas mais complexos sejam tratados em hospitais usando tecnologia mais especializada e avançada.

Para ajudar quem está pretendendo entrar neste segmento médico, listamos abaixo três dicas importantes a seguir. Confira:

Escolha um curso bem avaliado

Com a alta demanda, escolher um curso de oftalmologia para se especializar ou se atualizar é uma opção interessante para quem já está na área da saúde. Além de se habilitar para diagnóstico e tratamento dos principais problemas oculares, os cursos de oftalmologia oferecem conceitos atualizados e aprofundados, com uma abordagem teórica de aplicabilidade técnica de temas que vão desde a anatomia e a fisiologia das vias visuais até doenças como Parkinson, Alzheimer, Esclerose Múltipla e tumores, entre outros.

Invista em uma subespecialidade

Quem escolhe a oftalmologia como profissão pode escolher uma subespecialidade para se aprofundar, como pediatria, doenças retinianas, cirurgia e neuro-oftalmologia. Esses nichos podem facilitar a entrada no mercado, principalmente nos ramos de pesquisa e ensino.

Avalie as opções do mercado de trabalho

Os especialistas em oftalmologia podem encontrar posições de trabalho em clínicas especializadas, assim como em hospitais de olhos ou pronto-atendimentos que contem com essa área médica.

Deixe um comentário

!-- Global site tag (gtag.js) - Google Analytics -->