Entretenimento

Júlia Svacinna fala sobre lançamento de nova música autoral

Quem vê acha que é fácil, mais o trabalho de uma atriz não é fácil. Um dos grandes exemplos que temos no universo teen brasileiro é Julia Svacinna, que além de atuar também canta e acaba de lançar mais uma música autoral. Com trabalhos no cinema como em “Um Tio Quase Perfeito”, onde atuou com Leandro Hassum, a atriz também participou de séries como “O Mecanismo” da Netflix e a websérie “Audição”. Confira a entrevista!

Como foi o seu primeiro contato com a atuação?

Meu primeiro contato com a atuação no teatro, eu tinha 6 anos quando entrei no teatro por indicação da psicóloga e me apaixonei completamente. 

Em 2018, você participou da web série “Audição” produzida pela ID Actors. Como foi essa sua experiência com a internet?

Achei bem interessante ter contato com a internet por meio desta webserie, porque apesar de ter um canal no youtube, fazer uma webserie é bem diferente. Me divertia com as pessoas acompanhando e querendo sempre saber o que ia acontecer, às vezes me pediam spoilers em lives e etc. Estou inclusive pensando em voltar a ter este contato com o público com uma nova webserie, baseada em uma história que eu estou escrevendo. Estou bem animada.

Foto: Reprodução/Instagram

Um dos seus mais recentes sucessos foi na série “O Mecanismo” da Netflix, que tratou um pouco dos bastidores da corrupção brasileira. Acredita que a abordagem desse assunto tenha sido interessante para o público?

Acredito que qualquer história abordada seja importante para a público, pois cada história tem um impacto importante na vida das pessoas, quem dirá sobre a corrupção do país. Claro que é um assunto importante a ser abordado, além do mais seres humanos são movidos a histórias e acredito q esta série pode gerar curiosidade para que as pessoas pesquisem sobre o assunto e tirarem suas próprias conclusões.

Em uma matéria dada pela QUEM, vimos que você era tímida no passado. Como o teatro realmente a ajudou a se superar?

O teatro me ajudou de maneiras diferentes para ser sincera. Primeiro que por ser muito tímida e outras questões que eu tive, ouve uma época na infância eu me isolava um pouco e no teatro a coisa mais importante é interação com os parceiros de cena, o que me tirava da zona de conforto e interagia mais com outras crianças. Com o palco eu fui perdendo o medo de chegar para falar nas pessoas. Mesmo com medo eu me apresentava e sempre dava tudo certo no fim, achava que o que facilitava era que era um personagem e não eu, então criei um nome para a versão de mim que teria coragem de chegar e falar com as pessoas, porque “não era eu” e hoje eu nem preciso mais dela (risos).

Foto: Reprodução/Instagram

Pelo que sabemos, você está prestes a lançar mais uma música autoral sua, o que podemos nos adiantar sobre ela?

Posso adiantar que é uma música que além de ser inspirada em “para todos os garotos que eu já amei” e baseada também na minha vida. Uma das coisas que me levou a escrever essa música foi a forma como me identifiquei com a Lara Jean, e acho que com certeza outras pessoas vão se identificar!

Deixe uma mensagem.

Se expressem de várias formas, através da arte, da música, de um projeto, de debates, de conversas.  Não se escondam, sejam livres! O mundo precisa conhecer a voz de vocês!! Obrigada por todo carinho e apoio sempre! Amo vocês.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top