Lucas Santos comenta ingresso na carreira musical e reflete opinião sobre LGBTQ+

    Conhecido nacionalmente por interpretar o travesso personagem Paulo Guerra no remake da novela “Carrossel” em 2012, Lucas Santos acabou deixando um pouco de lado a carreira de ator e passou a se dedicar integralmente à música.

    Durante entrevista com Luca Moreira, ele revela alguns detalhes sobre sua ida para o mercado musical e sua opinião sobre a repercussão que ocorreu esse ano sobre homossexualidade envolvendo seu nome na imprensa. Confira!

    Depois de ficar conhecido como ator, a sua carreira acabou indo parar na música. Essa vocação foi nova ou a sua paixão pela música já era de longa data?

    Sempre amei a música em seu todo. Porém, não tinha conhecimento algum na área, então, fui estudar e me aprofundar mais, e então passei a me dedicar musicalmente.

    Recentemente veio a mídia um desabafo seu sobre comentários em que foi chamado de gay. Nesse caso você estava pintado com as cores da bandeira LGBTQ+. Você acredita que a homofobia ainda possa estar longe de acabar?

    Infelizmente sim, é algo que é “enfiado” goela abaixo de todos, e a discriminação é diária. Enquanto todos nós não nos conscientizarmos sobre essa intolerância e passar a ter respeito pelo próximo, isso estará longe de acabar.

    Por mais que a sua carreira já tenha caminhado muito, o Paulo de “Carrossel” ainda o acompanha muito na vida?

    Claro! Me sinto muito lisonjeado em ter dado a vida a um personagem expressão na novela, e isso estará guardado eternamente comigo.

    A respeito dessa quarentena que vem isolando cada vez mais as pessoas no mundo. Qual você acredita ser a força que a sociedade artística tem de ter ajudado a sociedade nesse momento?

    A questão da visibilidade e do alcance de cada artista. Se cada um fizer sua parte, as coisas irão andar e melhorar em todos os sentidos.

    O que podemos esperar de você após essa pandemia?

    Muitas novidades, sou uma pessoa extremamente visionária, e adoro inovação! Podem aguardar muitas coisas.

Deixe um comentário