Esportes

Boca Juniors 2×0 Palmeiras: gols, melhores momentos e detalhes da semifinal da Libertadores

O Palmeiras enfrentou o Boca Juniors na noite de quarta-feira (24) e não se deu bem. Jogando na Bombonera, o Verdão acabou derrotado pelo placar de 2 a 0. Ambos os gols foram marcados por Benedetto.

Com o resultado, o time comandado por Luis Felipe Scolari precisa reverter a desvantagem no jogo de volta que será na próxima quarta-feira (31), no Allianz Parque, às 21h45 (de Brasília). O Alviverde precisa vencer por três ou mais gols de diferença para avançar à final da Libertadores. Uma vitória por 2 a 0 leva a decisão para as penalidades máximas.

O jogo

O Palmeiras não pressionou muito ao longo dos 90 minutos. O Boca teve mais posse de bola, mas o Verdão foi pouco pressionado na primeira metade. Entretanto pouco arriscou ofensivamente. Moisés, Dudu, Willian Bigode e Borja estavam apagados na partida.

No segundo tempo o Alviverde voltou melhor e arriscou algumas jogadas e criou algumas chances. Dudu subiu de produção e colaborou para essa melhora. Entretanto, em falhas defensivas, Benedetto anotou os dois gols do Boca. Aos 38, de cabeça, e aos 42, em belo chute de fora da área.

Assista aos gols e aos melhores momentos do confronto:

Confira a ficha técnica da partida:

Boca Juniors 2×0 Palmeiras

Semifinal – Libertadores 2018 – Jogo de ida

Data: 24 de outubro de 2018 (quarta-feira)

Local: Estádio La Bombonera, em Buenos Aires (Argentina)

Horário: 21h45 (de Brasília)

Arbitragem: Roberto Tobar apitou a partida no Bombonera. Ele foi auxiliado por Christian Schiemann e Claudio Rios nas bandeiras. O trio é do Chile

Cartões amarelos: Olaza, Villa e Zárate (Boca); Gustavo Gómez e Bruno Henrique (Pal)

Gols: Benedetto, aos 38 e 42 minutos do segundo tempo (Boca)

Escalação do Boca Juniors: Rossi; Jara, Izquierdoz, Magallan e Olaza; Barrios, Nandez e Perez; Pavon (Buffarini), Zarate (Villa) e Ábila (Benedetto). Técnico: Guillermo Schelotto

Escalação do Palmeiras: Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Thiago Santos) e Moisés (Lucas Lima); Dudu, Willian e Borja (Deyverson). Técnico: Felipão

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top