Corinthians 1×2 Cruzeiro: assista aos melhores momentos da final da Copa do Brasil

    O Corinthians bem que tentou. Foi valente e pressionou, mas o Cruzeiro soube aproveitar as oportunidades, venceu novamente e se sagrou campeão da Copa do Brasil de 2018 com a vitória por 2 a 1.

    Os gols da Raposa foram marcados por Robinho e Arrascaeta. Jadson, em cobrança de pênalti, marcou o gol do time comandado por Jair Ventura. Este foi o sexto título conquistado pelo Cruzeiro na Copa do Brasil. A equipe mineira é a maior vencedora da história do torneio. O Grêmio tem cinco conquistas e é o segundo maior vencedor.

    O jogo

    Após perder o jogo de ida por 1 a 0 no Mineirão, o Corinthians precisava reverter o resultado. Teve posse de bola, mas não criou muitas oportunidades. Com isso, a Raposa aproveitou e abriu o marcador com Robinho, ainda na primeira etapa.

    O Corinthians empatou com Jadson no início da segunda etapa, em cobrança de pênalti marcado com a ajuda do VAR. O time de Jair Ventura ainda teria um gol de Pedrinho anulado antes de sacramentar a vitória e o título com gol de Arrascaeta.

    Assista aos melhores momentos de Corinthians 1×2 Cruzeiro:

    https://www.youtube.com/watch?v=5Q1rF1BDebo

    Confira a ficha técnica da final da Copa do Brasil:

    Corinthians 1×2 Cruzeiro

    Copa do Brasil de 2018

    Final – Jogo de volta

    Data: 17/10/2018 (quarta-feira)

    Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

    Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães – FIFA (RJ)

    Público: 45.978 presentes (46.571 pagantes)

    Renda: R$ 5.108.151,00

    Cartões amarelos: Rafinha, Thiago Neves (Lucas Silva), Robinho (Cruzeiro), Ralf, Gabriel, Emerson Sheik, Fagner, Jadson, Claison (Corinthians)

    Cartões vermelhos: Nenhum

    Gols: Robinho aos 27 minutos do primeiro tempo; Jadson aos nove minutos e De Arrascaeta aos 36 minutos do segundo tempo

    Escalação do Corinthians: Cássio, Fagner, Henrique, Léo Santos e Danilo Avelar; Gabriel (Mateus Vital) e Ralf e Jádson; Emerson Sheik, Angel Romero e Jonathas (Pedrinho). Técnico: Jair Ventura

    Escalação do Cruzeiro: Fábio; Edilson, Léo, Dedé e Lucas Romero; Henrique, Ariel Cabral, Robinho, Thiago Neves e Rafinha (De Arrascaeta); Barcos (Raniel). Técnico: Mano Menezes

Deixe um comentário