Famosos

Ximbinha fica indignado com acusação de Joelma e ameaça processá-la

Depois de algumas graves acusações feitas pela cantora e ex-mulher Joelma, Ximbinha tomou a decisão de se expressar pela primeira vez e efetuou uma ameaça para lá de séria. Em uma entrevista para a revista feminina Marie Claire, a cantora declara que, nos bastidores da banda Calypso, ela sofria muito nas mãos do guitarrista, quando ele se encontrava sob efeito das bebidas.

Ximbinha, por outro lado, não quer de jeito nenhum que Joelma mencione seu nome ou cite-o em entrevista nunca mais. Por meio de um contato com Fabíola Reipert, ele deixou transparecer que estava super bravo e indignado pois jamais havia falado da ex-mulher e disse que vai meter um processo nela, encarando-a na Justiça.

Seu objetivo é proibir que ela deixe de falar a respeito da antiga relação. Na referida entrevista para a Marie Claire, Joelma contou que comprou uma arma taser (aquela que solta choques elétricos) a fim de se defender do marido.

“Ele reclamava que profissionalmente me respeitavam mais do que ele. Isso o deixava irado. Sentiria muita vergonha se vissem meu rosto coberto por hematomas“, reclama a artista, que chegou a ficar três dias trancafiada no quarto de um hotel depois da primeira agressão, logo no começo dos anos 2000.

Eles ficaram casados por dezoito anos e a conduta abusiva dele começou a aparecer depois de alguns meses juntos, de acordo com Joelma. “Ele prometeu que nunca mais faria aquilo. Que se eu desse uma chance, provaria. Era o que ele sempre dizia: que não repetiria a agressão. Parecia mesmo arrependido. Acreditei“, confessou.

Entretanto, ela retornou a ser agredida dois anos após esse primeiro incidente: “Naquela tarde ele já estava bebendo havia uns dois dias, virado. Pedi pra alguém avisar que estava passando do limite. E essa pessoa foi chamá-lo. Estávamos numa casa em Recife, que tinha um segundo andar com uma varanda sem proteção, e lá embaixo havia um muro com umas armações de ferro. Ele veio transtornado porque eu tinha mandado chamá-lo e começou a bater a própria cabeça na parede“.

“As pessoas escutaram e pensaram que ele estava batendo a minha cabeça na parede. Uma pessoa dizia pra outra: ‘poxa, eu queria ir lá, mas estou com medo’. Até que um cantor da banda foi. Quando ele chegou, [Ximbinha] pegou o meu cabelo, saiu me arrastando e ia me jogar lá embaixo, nos ferros. O cantor o impediu. Não sei o que aconteceria comigo. Se perderia minha vida, se ficaria aleijada”, revelou ela.

“Descobri que ele estava havia quase três anos com outra mulher. E que nesse mesmo tempo, desviava dinheiro da nossa empresa. E, apesar dos episódios de agressão anteriores, eu não sentia desconfianças ou ciúmes, não era do tipo que olhava o celular do marido. Sabia a senha e não olhava. Então um dia mandaram uma mensagem pra mim: ‘Quer saber a verdade? Olha o celular dele’. E realmente, quando peguei o celular descobri que me traía. A partir daí, parei de sorrir. Decidi na hora que me separaria“, conta Joelma.

Em um dos momentos de agressão, seu filho Yago, que contabilizava com 20 anos, atirou o próprio pai no chão para conseguir defender a mãe: “Graças a Deus que meu filho não fez nada com ele. Mas o menino ficou traumatizado com a cena, porque gostava muito do pai [adotivo, Ximbinha]. Quando vi meu filho naquele estado, eu disse ‘não, acabou‘”.

“Meu medo era continuar naquele casamento. E, graças a esses históricos de agressão, consegui uma medida protetiva, uma distância mínima de cem metros”, disse ela, que após o fim da medida, a pediu novamente: “Eu disse: ‘Olha, não confio’. Entrei com outro pedido. Estou aguardando agora”.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top