News

Guerra! Estados Unidos enviam soldados para Arábia Saudita

Militares são enviados após ataques em petroleira e clima de guerra contra o Irã é real.

soldados americanos na arabia saudita

Nesta sexta-feira (20/09) o presidente americano, Donald Trump, autorizou o envio de tropas militares à Arábia Saudita, criando um clima de tensão na região, sob forte indícios de uma guerra contra o Irã.

A presença de tropas militares dos Estados Unidos acontece alguns dias após drones explodirem e causarem caos na maior petroleira saudita, a Aramco, a responsável pela maior produção mundial de petróleo.

O clima de tensão está espalhado por todo o Oriente Médio, pois além da presença de militares, o principal suspeito dos ataques é o Irã, que não está com uma boa relação com os Estados Unidos desde o início deste ano, após o abate do drone americano de milhares de dólares pelas forças do país.

Pentágono

Segundo informações do próprio Pentágono, o envio de militares para a região será inicialmente “moderado”, tendo como objetivo principal a defesa aérea e contra mísseis que possa ser disparado contra a Arábia Saudita, um dos principais aliados dos Estados Unidos na região.

O general Joseph Dunford, chefe do Estado Maior dos EUA, deu uma entrevista coletiva, mas não detalhou o tamanho da tropa presente no país, porém a princípio ainda não serão milhares.

Danos dos ataques a Aramco

Até o momento os rebeldes Houthis, que fazem pare de um grupo aliado ao Irã, reivindicaram a autoria dos ataques. Estes rebeldes lutam na Guerra do Iêmen, que conta com uma coalizão liderada pela Arábia Saudita.

Se fosse confirmado apenas o envolvimento dos rebeldes, os ataques contra Aramco não teriam envolvimento direto do Irã, porém os EUA e a Arábia Saudita acreditam piamente que há envolvimento do governo iraniano.

O Irã por sua vez nega as acusações e diz que ambos os países buscam ocasião para iniciar uma guerra.

Armas usadas em ataque contra Arábia Saudita são de fabricação iraniana.

Guerra entre Estados Unidos e Irã

Da maneira como a situação está sendo “controlada”, a eminência de uma guerra entre Estados Unidos e Irã, está cada dia mais próxima de acontecer. O próprio Irã, através de seu ministro das Relações Exteriores, Javad Zarif, disse que haverá uma “guerra total”, se for promovido qualquer ataque contra o Irã.

Além dos EUA, o grupo Hezbollah, que apoia o governo iraniano, disse que se uma guerra se iniciar, o Irã irá destruir a Arábia Saudita. O mesmo grupo xiita disse que a coalizão de Riad e Emirados Árabes Unidos, devem deixar o conflito no Iêmen.

Sanções contra o Irã

Apesar dos Estados Unidos ser conhecido por liderar guerras pelo mundo, principalmente no Oriente Médio, até o momento uma das principais atitudes contra o país, que não envolve militares, são as sanções contra instituições financeiras e empresas do Irã.

O clima segue tenso na região.

Leave your vote

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

To Top

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.