Saúde

Liberação miofascial: técnica de massagem que diminui as tensões musculares é tendência na pandemia

Junto com o famoso método Renata França, a liberação miofascial cresce em agendamentos pelo app BNYOU

A pandemia trouxe um aumento surpreendente dos serviços de massagem em casa de acordo com uma das principais startups de beleza e bem-estar em domicílio da Região Sul, o BNYOU. O aplicativo criado pela marca teve um crescimento de mais de 80% desde março, oferecendo diversos serviços, tais como manicure, pedicure, cabeleireiros, barbeiros, aulas de ioga, entre outros voltados aos públicos feminino, masculino e infantil.

A demanda pelas massagens surpreendeu na pandemia e entre as mais procuradas está a liberação miofascial, uma massagem focada em dores musculares e que ajuda a relaxar os músculos, além de alongá-los. A fáscia é uma membrana que fica sob a pele e tem como objetivo ajudar no deslizamento dos músculos durante os movimentos, mas pode ter seu funcionamento impactado por maus hábitos de postura, estresse e problemas emocionais.

A massagem de liberação miofascial ajuda no ganho de mobilidade e execução de movimentos, diminui a tensão muscular, melhora circulação e respiração, ajuda na liberação do ácido lático, previne lesões e traz bem-estar. “Esta técnica é muito indicada também para quem faz exercícios físicos intensos. Ela ajuda ainda a deixar o corpo torneado e a recepção das clientes ao método é excelente”, detalha a massagista do BNYOU Arlena Almeida.

Outra técnica cada mais vez demandada é o famoso método Renata França. “É considerado uma drenagem potente, com ritmo firme e acelerado, com manobras exclusivas que modelam com resultados imediatos. A técnica reduz edemas, ativa a circulação sanguínea e potencializa uma rede complexa de vasos que movem os fluídos do corpo, reduzindo a celulite”, explica a massoterapeuta Paula Carvalho. Além disso, “o método torna o metabolismo mais acelerado e garante um corpo menos inchado, mais torneado e modelado, gerando uma ótima sensação de bem-estar”, conta a massoterapeuta Carol Gaiga.

Para a CEO do BNYOU, Gabriella Garcia, a percepção é de que as pessoas estão buscando mais as massagens durante a pandemia como uma forma de relaxar e também de manter o autocuidado, já que academias e clínicas de estética ficaram fechadas por bastante tempo. “Foi uma grata surpresa e os pedidos continuam crescendo mesmo com a reabertura desses locais. Nossos profissionais estão com agenda cheia, o que contribui também para o aumento da renda de cada um”, conta ela, que é criadora do BNYOU ao lado de Fabio Rigoni.

De acordo com a CEO, hoje as tradicionais massagens relaxantes, a drenagem linfática e a liberação miofascial têm demanda diária no BNYOU e crescem principalmente entre novos clientes.

O BNYOU é um aplicativo gratuito e está disponível para Android e Ios. O cliente baixa o aplicativo, faz o cadastro e seleciona o serviço e o profissional, realizando pela ferramenta o agendamento. Todos os profissionais seguem um rígido protocolo sanitário devido ao coronavírus e o cliente deve aceitar as regras pré-determinadas. Mais informações em www.bnyou.art.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top