Drone da polícia encontra plantação de maconha com 40 mil plantas

Uma área de plantação na região norte da Bahia chamou a atenção das autoridades locais, principalmente pelo fato dela estar “isolada” em meio a uma extensão de terra que não há outras plantações em seu entorno.

Além da plantação, havia uma única cabana no local, demonstrando que a área estava sendo vigiada demais.

As suspeitas de que alia havia algo ilegal levaram alguém da região realizar uma denúncia anônima, o que poucas horas depois desta denúncia a polícia acabou utilizando um drone para investigar esta área da cidade de Canudos, ao norte da Bahia.

Após algumas horas de voo, ficou constatado que a plantação era nada menos do que 40 mil pés de machona. As informações e imagens foram confirmadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), que em seguida enviou agentes até a região.

Plantação suspeita

O envio do drone até a região foi para confirmar a existência da plantação de maconha no distrito de Bendegó, onde logo após a confirmação dos fatos, foi criado uma estratégia de abordagem pelos policiais.

Foram algumas horas de voos pois a região fica bem isolada ao norte da Bahia.

Chegando até a plantação de 40 mil pés de maconha, ficou constatado que grande parte da erva já havia sido colhida e parte despachada para o seu “destino”.

Foi constatado também acampamentos improvisados, onde “funcionários” eram os responsáveis por dar manutenção no plantio e realizar as próximas etapas da colheita e outras ações.

Pouso de emergência em milharal da Rússia.

Preso

Após a polícia chegar, um grupo acabou fugindo utilizando um veículo. Porém um integrante da gangue acabou ficando para trás e foi cercado. Ele portava uma espingarda e não teve a sua identidade revelada pela SSP-BA.

Através dele a polícia espera obter respostas sobre como funcionava o esquema na região.

Todos os pés foram destruídos e queimados na própria plantação, já que não haviam residências próximas.

Foto divulgação: SSP-Bahia.

Deixe um comentário