Notícias

Ex-vice-presidente do Grêmio ironiza queda do River Plate no Mundial de Clubes

Eliminado nas semifinais do Mundial de Clubes de 2018 pelo Al Ain (Emirados Árabes) nos pênaltis por 5 a 4, após empate por 2 a 2, no tempo normal, o River Plate-ARG foi motivo de chacote de um ex-dirigente do Grêmio nas redes sociais.

Odorico Roman, ex-vice-presidente gremista entre 2016 e 2017, utilizou seu perfil no Twitter para tirar sarro da queda dos Millonarios com duas mensagens. “Alá não joga, mas fiscaliza” e “Era a mãe de Alá”, @DiarioOle”.

A primeira mensagem é em referência ao River Plate ter eliminado o Grêmio, dentro da Arena do Grêmio, com participação direta do técnico Marcelo Gallardo no vestiário, mesmo estando suspenso.

O time gaúcho reuniu provas, vídeos dos passos de Gallardo dentro do estádio, tentou levar a vaga na final da Libertadores através do Tribunal e não obteve sucesso.

Já a menção sobre “a mão de Alá” lembrou a “Mão de Deus famosa de Maradona” e quis dizer que Alá não deixou o River Plate ir para a decisão depois de todas as ocorrências dos argentinos na Libertadores 2018.

VEJA AS PUBLICAÇÕES DE ODORICO ROMAN:

SAÍDA DE ODORICO DO GRÊMIO

Após a derrota do Grêmio para o Real Madrid, no Mundial de Clubes 2017, a diretoria do clube gaúcho passou por mudanças e Odorico Roman foi um dos nomes a deixarem o cargo.

Em entrevista para a Rádio Gaúcha, Odorico disse que a saída não foi “surpresa”. Declarou que já havia comunicado o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, de que deixaria o cargo.

É surpresa para quem não sabia. Para quem sabia desde julho, não é surpresa. Tem alguns assuntos de cunho pessoal que preciso cuidar. Comuniquei ao presidente depois da viagem. Realmente eu preciso de um tempo para tratar de assuntos pessoais. Estou um pouco emocionado“, disse.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top