Notícias

Hubei deve suspender o Lockdown hoje à noite após dois meses em isolamento total

hubei deve sair de quarentena total nesta terca feira

O Lockdown de Hubei, um dos epicentros do surto de coronavírus na China, está programado para acabar a partir da meia-noite. Toda a cidade foi completamente isolada e teve todos os seus comércios fechados por um período de dois meses.

O confinamento total começou no início de 2020 em uma tentativa de frear a propagação da doença na China e em outros locais do mundo.

As restrições fizeram com que moradores fossem forçados a ficar dentro de casa e outros foram proibidos de entrar ou sair da região durante a crise.

As pessoas que são de outras localidades poderão deixar a província após a meia-noite desta terça-feira (24/03).

Com o inverno chegando, contágio por coronavírus se torna ainda maior.

Wuhan

Hubei teve este decreto, ma Wuhan, outro epicentro da pandemia, estará com restrição total até o próximo dia 08 de abril de 2020.

Moradores de Wuhan poderão sair, mas estarão com um código de rastreamento de saúde. Este será um QR Code, que irá mostrar o status de saúde do indivíduo e aqueles que estejam vinculados à ele.

Já em outras regiões da China, as autoridades continuam impondo triagem e duras quarentenas para a população pois ainda há o risco de infecções locais e provenientes do exterior.

Os voos internacionais de Pequim foram desviados para outras cidades. Para não correr o risco de um novo surto, medidas mais rigorosas de triagem e quarentena estão sendo impostas no país.

Novos casos na China

Nesta segunda-feira o número de novos casos do coronavírus na China dobrou em relação ao domingo e isso preocupa as autoridades.

A capital Pequim foi a mais atingida por novos casos importados, chegando a 31. A província de Guangdong localizada no sul do país teve 14 novos casos e em Xangai 9.

Apenas quatro novos casos foram locais. No total foram 427 casos importados apenas nesta segunda-feira.

Entre as transmissões locais, uma estava em Wuhan, que não tinha um caso a cinco dias.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top