Entretenimento

Giul Abreu estrela “La Vida de Las Mujeres”, nova série da Linha Produções

Nascida em Santa Catarina, a atriz Giul Abreu conheceu a cidade do Rio de Janeiro como seu lar ainda muito pequena. Com mais de 10 anos de carreira como artista, foi vocalista da banda Zena, abrindo shows para nomes conhecidos como Fresno e Leoni. Em 2016, integrou o trio musical “TriGo!”, considerado o maior projeto a capela do Brasil, passou também pela banda “Anjos da Noite”, entre outros nomes.

Em 2017, nove anos após iniciar sua carreira na música, a sua vida se “esbarrou” com a arte da atuação, quando protagonizou a série “Além de Alice” e “Magenta” da mesma produtora. Hoje, ela volta com a Linha Produções em um novo projeto: “La Vida de Las Mujeres”, sendo a primeira comédia feita pela produtora. Confira a entrevista!

Você está no elenco da série “La Vida de Las Mujeres”. Poderia nos contar um pouco mais sobre o projeto?

La Vida de Las Mujeres veio em forma de acalento ao nosso público latino. Não queríamos retratar uma pessoa fluente em espanhol, mas aproximar linguisticamente através de expressões idiomáticas amplas, um pouquinho do vasto e diversificado público que fala espanhol.

Em meio a esse desafio, ainda se trata do nosso primeiro produto cômico! A linha sempre foi conhecida por dramas românticos e encarar esse viés mais sarcástico acabou se tornando em um presente incrível para nosso crescimento.

Além dessa websérie, no seu currículo constam várias produções. Qual foi o diferencial dessa para as demais que já vez?

Fazer rir é dos maiores desafios que já encontrei, mas um dos maiores desafios foi conseguir não rir em cena das caras, bocas e improvidos da incrível Pri Helena.

Esse não é o seu primeiro projeto na Linha Produções, pois participou em “Além de Alice” e “Magenta”. Como foi a sua evolução das produções anteriores para a atual na produtora?

Dentro de uma produtora independente, a qualidade técnica de um produto normalmente está diretamente ligada à recursos financeiros. Lá Vida de Las Mujeres, assim como os demais produtos, foram feitos de forma 100% independente. Talvez nesse quesito, a evolução não tenha sido alarmante, mas diferentemente de outros produtos, redobramos a atenção ao áudio da série. Sempre recebemos críticas a este fator e procuramos entregar o melhor áudio possível a nossos recursos, até então.

Como está sendo contracenar com a atriz Pri Helena?

Estar na presença cênica da Pri é um presente à alma. É estar constantemente contracenando com um ídolo para mim! A tranquilidade que ela passa e o conforto que ela gera, fizeram de mim parte do que sou hoje atuando. Ela ainda vai voar muito! Sorte a minha poder estar acompanhando.

Natural de Santa Catarina e vindo para o Rio de Janeiro ainda pequena. Acredita que sua mudança tenha ajudado em sua carreira como artista?

Cheguei ao rio ainda muito pequena! Acaba que aqui é o lugar que reconheço como lar. Devo tudo o que tenho ao Rio de Janeiro, sempre respeitando com carinho minha origem no sul.

Antes de atuar, você iniciou sua vida profissional como cantora, abrindo shows como o de Fresno e Leoni. Como é a sua relação com os membros da Banda Zena atualmente?

Irmãos Zena. É um projeto de vida! Os rumos que a vida adulta nos encaminhou jamais foi capaz de apagar ou diminuir nossa admiração e amor mútuos. Rick Zena, Hebert Cabral, Luan Mariz e Julio Abreu (meu irmão de sangue) me proporcionaram os anos mais felizes em palco da vida, sem contar que o fruto musical dessa união resultou na trilha sonora de Magenta. Tem como não ser grata a quem eles são?

Paralelo ao seu trabalho como atriz, temos a sua atuação como professora no Rio de Janeiro. Como é ter que equilibrar os dois lados?

Costumo dizer que nasci professora, comunicadora. O lado artístico me absorveu, mas jamais havia sido uma Norte. Fazer parte da construção acadêmica de pessoas é edificante. Esteja em qual ramo eu estiver, é com honra que serei professora até o fim.

O que os fãs podem esperar de “La Vida de Las Mujeres” e o que esse projeto significa para você?

Os fãs podem esperar um projeto feito para quem è fã da Linha. Vários Easter eggs de Magenta, muita confusão e afeto. Lá vida é para ser como a vida de mulheres o é.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top