Entretenimento

Conheça Lucca Eberhardt, interprete de Ricky Martin em “Hebe – A Estrela do Brasil”

Apaixonado pelo mundo das artes desde criança, Lucca Eberhardt viveu o primeiro marco em sua carreira aos 12 anos, quando subiu aos palcos para interpretar o pequeno Macaulay Culkin no espetáculo “Tributo Ao Rei do Pop”, em homenagem a Michael Jackson. Apresentar-se como um ícone dos anos 90 para uma plateia de mais de 9 mil pessoas, o deixou preparado para viver outro grande nome, mas dessa vez, nas telonas: Aos 20 anos, Lucca interpretou Ricky Martin na obra “Hebe – A Estrela do Brasil”, se consagrando perante a milhares de espectadores em todo país.

Entre os 11 anos de estudos na Casa do Teatro Célia Helena e na Escola de Atores Wolf Maya, o paulista integrou o elenco de espetáculos como “Flor da Pele”, “O Inspetor Geral”, “Fúria de Titãs” e entre outros. Na TV, integrou o casting da Mix TV. Agora Lucca dá um novo passo e após rigoroso processo seletivo, acaba de ser aprovado para o curso superior profissionalizante Célia Helena, onde ingressará este ano.

Conte-nos um pouco sobre seu início no teatro.

O teatro entrou na minha vida muito cedo. Comecei com quatro anos de idade a brincar de dançar e interpretar personagens de tv que eu gostava (segundo a minha mãe) em casa e com dez anos eu pedi para os meus pais me colocar em uma escola de teatro (Celia Helena) para eu me aprimorar. E desde então, eu não penso em fazer outra coisa na minha vida a não ser artes cênicas. Ao longo do tempo surgiram grandes oportunidades como fazer parte do show Tributo Ao Rei Do Pop em 2012 a 2013, algumas peças de teatro (14 no total) e recentemente o filme da Hebe nos cinemas.

No cinema, você viveu o cantor Ricky Martin na obra “Hebe – A Estrela do Brasil”. Teve um estudo para conseguir representar os trejeitos do cantor?

Sim, quando surgiu a oportunidade de interpreta-lo eu assisti vídeos no YouTube, ouvi praticamente todos os CDs dele e cheguei a ler muitas coisas…. Tecnicamente, eu virei fã dele. Tentei levar para a minha interpretação um certo “jeito de garoto”. O Ricky Martin tinha 15 anos na época em que o interpretei e pude perceber na entrevista da Hebe que ele tinha uma certa “inocência” (como um garoto/adolescente mesmo) com um olhar assustado e curioso, mas que ao mesmo tempo parecia estar transbordando em êxtase com toda aquela adrenalina de vida de artista.

Essa não é a primeira vez que interpretou um outro artista, aos 12 anos tivemos sua interpretação de Macauly Culkin pequeno no “Tributo ao Rei do Pop”. Você já acompanhava a carreira do ator?

Sim, eu já acompanhava a carreira do ator Macaulay Culkin pelo clássico filme Esqueceram de mim e pela grande amizade que ele tinha com o Michael Jackson (o meu grande ídolo). Com certeza, foi uma honra poder interpretar ele e o Ricky Martin.

Recém aprovado, esse ano começará seu curso no Célia Helena. Como estão suas expectativas para essa nova fase?

Minhas expectativas para esta nova fase estão sendo de puro conhecimento. Estou preparando para estudar mais técnica para que eu possa me aprimorar e conhecer novas pessoas e oportunidades.

Quem mais o inspira na carreira de ator?

Minhas maiores inspirações para o mundo artístico são: Michael Jackson (por uma questão mais técnica).
Katy Perry e Austin Mahone (artistas nos quais eu já conheci) – ( por uma questão de persistência ).
John Travolta, Johnny Depp, Matt LeBlanc, Sandra Bullock, Meryl Streep (por uma questão de interpretação nas artes cênicas).

Fale um pouco de seus planos para o futuro.

Os meus planos para o futuro são de muitos estudos técnicos para que eu possa me aprimorar e ter mais oportunidades, pois o meu sonho é trabalhar com as artes cênicas na TV ou no cinema em filmes, novelas, séries e etc. acho que estou em uma fase de vida na qual eu posso explorar, testar, acertar, errar e conquistar. E é claro, sempre estarei em busca de novas oportunidades de trabalho. Estou pronto para novas experiências e desafios.

Deixe uma mensagem.

A mensagem que deixo pode ser meio clichê mas é a pura verdade.
Foi o conselho no qual a Katy Perry me deu e que segui ao pé da letra… Que é:
Independente do falem de você, você nunca pode deixar de acreditar em si mesmo. Precisamos correr atras do que queremos e seguir os nossos sonhos.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top